18
Nov
09

Uma forma de ver o outro lado das coisas …

No decorrer do ano que está prestes a terminar, e, em relação ao autocaravanismo, muito se disse, muita tinta correu e infelizmente alguns ânimos se exaltaram.
Surgiram várias instituições umas maiores outras nem tanto só que penso não reunirem o consenso de todos os autocaravanistas e arrisco até afirmar, que nem da maioria!
Não sei como surge uma comissão que se afirma representante dos autocaravanistas e em nosso nome nos representa na Assembleia da Republica. Pessoalmente gostaria de saber com que critérios foram nomeados, em que assembleia e com que poder representativo! Falar em nome dos autocaravanistas é uma coisa, representar apenas alguns autocaravanistas é outra!
Porque o problema não reside na representação, o que representa e como representa. O grande problema reside nos comportamentos dos autocaravanistas e dos utilizadores de autocaravanas.
Senão vejamos:
No corrente ano, como atrás cito, muito se disse e não me passou ao lado a forma como foram tratadas as autoridades policiais em especial no Algarve.
No entanto, no verão fiz uma curta passagem de doze dias por Quarteira no camping Orbitur e pude verificar uma situação bastante insólita os “autocaravanistas” instalaram-se no meio de um canavial sem o minimo apoio além do pó e do calor. Pergunto: Onde eram despejadas as águas sujas e as sanitas quimicas onde colocava aquela gente os seus dejectos? por outro lado a GNR omnipresente nada fazia para que tal espectáculo terminasse.
Então não vejo a necessidade de tanto alarido e indignação porque na realidade o que sucede é que o autocaravanista não respeita nem tem respeito por si próprio e as autoridades cerram as palpebras permitindo estes comportamentos a todos os níveis condenáveis.
Então como poderão os AUTOCARAVANISTAS agir em relação a tudo isto?
Simplesmente seguindo o exemplo dos Franceses, Alemães e outros!
Criar a nivel nacional pequenos clubes de autocaravanistas, agregá-los numa federação própria, e, a partir do poder que essa mesma federação representar criar regulamentação que defina comportamentos e formas de estar, e, nesse quadro constituir uma comissão que represente o autocaravanismo nacional junto das entidades que podem e devem entender as nossas reividicações.
Outras formas de resolução existirão com certeza mas, não serão decerto as que até ao presente têm sido enunciadas Instituições há que não querem perder a pouca influência que possuem no seio dos autocaravanistas, mas, que ao autocaravanismo e pelo autocaravanismo nada ou muito pouco fazem! E é esta a razão primeira que leva os autocaravanistas a estarem afastados das instituições que os poderiam representar, mas dos quais apenas se lembram quando os interesses próprios o ditam!
Se os autocaravanistas Portugueses querem segurança, áreas de pernoita e apoios a todos os niveis têm de se unir num projecto unico e credível e, acima de tudo, respeitarem e exigirem respeito! De outra forma continua o individualismo absurdo que por ai vai imperando!
Pensar um pouco não faz mal a ninguém! Nunca esperem que os outros resolvam os nossos problemas! Esses têm de ser resolvidos por NÒS.

Anúncios

0 Responses to “Uma forma de ver o outro lado das coisas …”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: