10
Mar
09

Um pouco de História

1903 Um industrial de Bordeaux, Jules Secrestat, constrói a “La Bourlinguette”: 7 metros de comprimento sobre um chassi Panhard e Lavassor de 20 cavalos. É um hibrido que integra um quarto com criado.
1908 O barão de R. de S. constrói uma roullote automobil de luxo que é equipada com piano e telefone.
1913 M. Bouthet equipa um Brasier de 22 cavalos com uma célula de 5,50 metros; no mesmo ano cria a “Loiret”, uma Renault 4 cilindros de 3,6 litros para uma velocidade de 30 Km/h.
Posteriormente a “Loiret” é restaurada por Alain e Michel Carré.(Encontra-se no museu do automóvel em Bruxelas). Começam então a aparecer vários protótipos como o camião Packard de 35 cavalos de M. Audibert 1920; a “Villa roulante” de M. Collin-Dufresne 1922, Renault de 45 cavalos; a “Carling-Home” 1925 de Charles Louvet com 10 metros de comprimento e 2,50 de largura com motor Ballot em 1929; aparece o “camping-car” que durante longos anos serve de logotipo a uma firma construtora de Nantes.
No inicio dos anos trinta inicia-se a construção em série, acabando desta forma o artesanal.
Joseph Notin em 1928 lança-se na aventura e em 1948 aparece com a sua primeira autocaravana produto ao qual a marca Panissières se consagra, permanecendo até ao presente, a tempo inteiro.
Com Pierre Digue surge a evolução do mercado que lança em 1950 o “Pass-Partout” com três modelos Cadet, Junior e Senior.
Em 1975 é criada a “L’ Autostar”. Nos anos 70 no Salão Auto de Paris admira-se o “L’ Autohome” um capucine inglês em Ford Transit com célula em aluminio. A sociedade Hymer-Socanor apresenta o seu primeiro integral.
E assim os modelos sucedem-se. Aquitiane, Aristocrat, Bison, Pilote e outras firmas francesas rivalizam na evolução dos modelos que apresentam.
Em 1979 são já referenciadas 75 marcas diferentes. A autocaravana está no alvorecer do sec. XXI fazem parte da paisagem e do cotidiano do nosso lazer.
Epopeias autocaravanistas.
Em 1912 no rally de S. Sebastian é referenciada uma autocaravana vinda da Polónia. Na mesma época Raymond Roussel desloca-se numa “Maison roulante” Saurer e Lacoste de 9 metros de comprimento e 2,30 de largura decorada pela Maple.
Outras epopeias foram registadas por todo o mundo: Em 1958 um Pass-Partout está presente nos jogos olimpicos de Melbourne. No mesmo ano a familia Pallières enceta a viagem à China, ano em que está presente uma autocaravana no Paris Dakar.
1973 Gerard Marinier desbrava a América do Sul numa autocaravana “Autohome”.
São vários os motivos que, no presente nos levam a sentir ser uma epopeia percorrer alguns locais deste nosso planeta.

Anúncios

0 Responses to “Um pouco de História”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: